VOCALISTA DO THE WHO ELOGIA NOVA BANDA DO EX-OASIS

17 02 2011

Enviado por: Bernardo Marcondes
Fonte: Terra Música

O vocalista da banda The Who, Roger Daltrey, elogiou o trabalho do ex-Oasis Liam Gallagher frente à sua nova banda, Beady Eye.

Daltrey disse, em entrevista, que Liam é um homem talentoso, além de ser muito engraçado. Ele ainda desmentiu que o polêmico vocalista fosse uma pessoa difícil e garantiu que sempre o achou um amor.

“Depois de Keith Moon e Pete Townshend qualquer um é fácil”, acrescentou, em referência ao baterista (morto em 1978) e guitarrista do The Who, respectivamente.

Anúncios




LIAM GALLAGHER FALA DE SUA NOVA BANDA

28 01 2011

Fonte: Spin

O site da revista “Spin” conduziu uma entrevista com Liam Gallagher e Gem Archer, ambos ex-Oasis e atualmente no Beady Eye. Os músicos falam sobre a nova banda, fim do Oasis, gravação do álbum de estréia, dentre outros assuntos.

Confira a matéria completa, em português,  com exclusividade no IMPRENSA ROCKER!

“Eu quero estar na melhor banda do mundo novamente”, diz o ex-frontman do Oasis, Liam Gallagher.

Aos 38 anos, Gallagher está tentando recuperar sua glória no Rock com o Beady Eye, sua nova banda com dois outros membros do Oasis, que irá lançar seu álbum de estréia, “Different Gear, Still Speeding”, em 1º de março nos Estados Unidos, via “Dangerbird Records”.

Mas como uma das mais notórias estrelas do Rock chegou aqui? Tudo começou com uma briga.

Em agosto de 2009, apenas alguns minutos antes do Oasis tocar para 40 mil fãs no festival “Rock em Seine”, em Paris, a antiga tensão entre Liam e seu irmão Noel, o compositor principal da banda, voltaram à tona. Socos foram desferidos e guitarras foram quebradas, então Noel saiu abruptamente e o show foi cancelado. 

“Ele estava agindo como uma velha avó por toda a turnê, e ele achou que eu tinha sido um babaca”, explica Liam. “Nós fomos às vias de fato e foi o fim”. Noel soltou uma declaração logo após o incidente, anunciando sua permanente saída do Oasis, escrevendo: “Eu simplesmente não poderia continuar a trabalhar com Liam nem um dia a mais”.

“Não nos falamos desde aquela noite”, diz Liam. “Mas quem sabe, talvez no futuro isto se resolva sozinho. Se for para acontecer, então irá”.

Pouco após a briga, Liam e os ex-guitarristas do Oasis, Gem Archer e Andy Bell, saíram e tomaram algumas cervejas. “E decidimos seguir em frente. A idéia de ficar sentado em casa, sem fazer música, me fazer querer vomitar”.

Eles formaram o Beady Eye junto com o baterista da turnê do Oasis, Chris Sharrock, e começaram a gravar demos para o álbum de estréia. Mas desta vez o sucesso está a cargo deles. Noel carregou o Oasis, compondo a maior parte do material da banda, incluindo oito singles nº 1. Mas Liam está convencido de que o Beady Eye pode superar isto.

Pela primeira vez em sua carreira de 20 anos, Liam agora está contribuindo regularmente com idéias para composições, dividindo os créditos com Archer e  Bell em “Different Gear, Still Speeding”. “Nunca fiz um disco sem nosso garoto (Noel)”, diz. Archer interrompe: “Mas ainda é a mesma guitarra, do mesmo jeito. Está em nosso DNA agora”.

“Estamos à altura do desafio”, acrescenta Liam.

O Beady Eye entrou nos estúdios “Rak”, ao norte de Londres, no último verão (Nota do Tradutor: Verão do hemisfério norte) para gravar, tendo o produtor Steve Sillywhite (vencedor do Grammy e produtor de bandas, como U2, Dave Matthews Band e The Smiths). O quarteto gravou 13 canções em 12 semanas, fazendo intervalos para curtir um dos seus discos preferidos atualmente – o “Brothers” do Black Keys -, ou para ir ao pub torcer para a Inglaterra na última Copa do Mundo. “Foi uma boa época para se estar no norte de Londres”, diz Archer.

“Uma vez Liam até comprou um bilhete da loteria, de brincadeira, e acabou ganhando uns trocados – não que ele precisasse” (os dois riem).

Eles gravaram as músicas no mínimo de takes possíveis, para preservar a qualidade “ao vivo” do som. “Não ficamos sentados brigando com a coisa toda”, diz Liam. “Fazíamos uns dois takes e seguíamos em frente”.

Entre as faixas estão a jam Glam Rock “Bring The Light”, uma “música de festa”, diz Liam, “que apenas significa, ‘vamos nessa, cara’”; e a balada com piano a la Beatles, “The Roller”: “É uma metáfora para como as coisas são jogadas na sua vida”, diz Liam. “E como elas não são tão ruins como aparentam ser”, completa. 

As faixas, segundo Liam, são Rock n’ Roll clássico. “Você gosta ou não gosta”, diz ele sobre o estilo de composição da banda. “Nem todo mundo pode dizer, ‘irei escrever um clássico hoje’. Se fosse assim, todos estaríamos fazendo”.

Com o tecladista Matt Jones e o baixista Jeff Wootton juntando-se a eles, o Beady Eye irá cair na estrada em março, tendo Miles Kane como banda de abertura, que toca no Last Shadows Puppets junto com Alex Turner do Arctic Monkeys. Então, neste verão, o Beady Eye irá cruzar a fronteira para uma turnê relativamente intimista, em teatros para 1500 ou 2000 mil pessoas. “Iremos a todos os lugares e enfiaremos este álbum guela abaixo nas pessoas, mas de um jeito legal”, diz Liam.

Enquanto isto, Noel está preparando sua estréia solo. Mas o Oasis irá se reunir algum dia? “Isto não irá acontecer, cara”, diz Liam. Mesmo porque ele está convencido de que o Beady Eye brevemente irá igualar, se não ultrapassar, o sucesso de sua antiga banda.

“Sem dúvida”, diz. “Apenas estamos fazendo de um jeito diferente agora. A paixão nesta banda… Não há ninguém para superá-la. É como num time de futebol: você quer ganhar o campeonato”.





LIAM GALLAGHER MANDA RECADO PARA IRMÃO EM NOVO CLIPE DE SUA NOVA BANDA

28 12 2010

Fonte: Spin

No novo clipe de sua banda pós Oasis, Beady Eye, Liam Gallagher continua sua incessante guerra de palavras com seu irmão Noel, desta vez fazendo referência ao hit de sua ex-banda em 1994, “Live Forever”, escrita por Noel: “Nada dura para sempre”, rosna Liam na nova canção, intitulada “Four Letter Word” (Nota do Tradutor: A tradução de “Four Letter Word” é “Palavra de Quatro Letras”, que neste caso obviamente é a palavra “fuck”).

E a coisa ainda fica mais quente: “You’ve had enough / Staring out of dead end eyes / I don’t know what it is I’m feeling / A four letter word really gets my meaning,” (N.T.: “Você se encheu / Olhando através de olhos de becos sem saída / Não sei o que é que estou sentindo / Uma palavra de quatro letras realmente diz o que quero expressar”), canta Liam. E a canção ganchuda soa bem – guitarras sedutoras crescem num som muscular, e às vezes psicodélico, de Britpop.  

Mas uma coisa é certa: você pode tirar Liam do Oasis, mas você não pode tirar o Oasis de Liam. No clipe, ele permanece impassível em frente ao microfone, cantando bem, mas de forma dura em seu sotaque de Manchester, usando os desnecessários óculos escuros que há muito têm sido parte de seu uniforme. 

E enquanto Noel atualmente fica com sua família, com alguma conversa sobre um álbum solo num futuro não tão distante, nós esperamos que ele retorne logo e ajude esta rivalidade entre irmãos viver para sempre.

Confira abaixo o clipe de “Four Letter Word”:





BAIXE GRATUITAMENTE O PRIMEIRO SINGLE DA NOVA BANDA DE LIAM GALLAGHER

9 11 2010

Fonte: NME

O Beady Eye, nova banda do ex-vocalista do Oasis, anunciou os detalhes do primeiro single do grupo, intitulado “Bring The Light”.

A canção sera lançada amanhã, 10 de novembro, com download gratuito no site oficial da banda.

O álbum de estréia do Beady Eye foi gravado no último verão (do hemisfério norte) e será lançado no ano que vem.





MESSI, DA ARGENTINA: “QUEREMOS O OASIS NA NOSSA FESTA DE COMEMORAÇÃO DO TÍTULO. SÓ PRECISAMOS QUE ELES DIGAM O PREÇO”

22 06 2010

Fonte: NME Magazine

O atacante da seleção argentina disse que todo o time quer que o Oasis se reúna para tocar na festa de comemoração, caso eles vençam a Copa do Mundo. Messi revelou para o The Sun que se tornou um obcecado pela banda depois que seu companheiro, Carlitos Tevez, lhe apresentou ao trabalho do Oasis, no caminho para a Copa.  

“Desde que foi para Manchester – Tevez joga no Manchester City, cujos torcedores mais conhecidos são os irmãos Gallagher – Carlitos vem me dizendo quão bons eles são. Eu sempre prometí escutá-los mas nunca fazia de fato”, revelou o jogador.

“No avião, a caminho da Copa, Carlitos me fez ouvir os dois primeiros álbuns. Eu tenho que dizer que não esperava muito, mas foi uma das melhores coisas que já ouvi. Eles são absolutamente fantásticos. Suas músiocas são incríveis. Tenho que dizer que “Supersonic” e “Live Forever” são minhas favoritas. Tenho escutado a banda no meu IPod no hotel, a caminho dos jogos e no meu quarto. Não acredito que demorei tanto tempo para finalmente escutá-los”.

Messi ainda falou que ele não sabia que a banda havia se separado.

“Eu tenho visto algumas performances deles no Youtube e eu acho que seria maravilhoso assistí-los. Perguntei a Carlitos e se poderia ver a banda em Manchester ou Londres, mas ele me disse que eles se separaram”, contou.

O jogador acrescentou que os jogadores da seleção argentina se empenharam em em fazer os Gallaghers colocarem suas diferenças de lado, caso ganhem a competição, e até pediu que os irmãos digam quanto querem para isto.  

Eu mostrei a banda ao resto do time e prometo que todos adoraram. Alguns sabiam poucas músicas, mas para a maioria foi a primeira vez que ouviram o Oasis. Nós combinamos que se ganharmos a Copa, iremos trazê-los para a Argentina para tocarem na nossa festa de comemoração. Nós só precisamos que eles digam o preço”.

Comentário do IMPRENSA ROCKER:

Por um lado o argentino mostra-se um pouco presunçoso por já estar pensando na comemoração do título, por outro lado morreríamos de vergonha caso alguém perguntasse aos jogadores brasileiros qual artista eles gostariam de ter numa possível festa de celebração do Hexa.

Bora Brasil!!!





NOEL GALLAGHER: “OASIS TEVE QUE PAGAR EM DINHEIRO POR SESSÕES NA ABBEY ROAD”

9 06 2010

Fonte: NME Magazine

Noel Gallagher revelou que o Oasis teve que pagar em dinheiro pelas sessões de seu último álbum, “Dig Out Your Soul”, depois que foi banido dos Estúdios Abbey Road.

“Nós decidimos voltar ao Abbey Road depois de termos sido expulsos em 1997, durante as sessões do “Be Here Now”, por termos um comportamento um pouco selvagem”, disse. “Eles nos aceitaram de volta, mas tivemos que pagar em dinheiro, ou seja, se fossemos expulsos de novo, perderíamos toda a grana”, concluiu.

O Oasis terá uma coletânea de seus singles, intitualada “Time Flies… 1994-2009”, que será lançada no dia 14 de junho.





LIAM GALLAGHER: “A SEPARAÇÃO DO OASIS FOI A MELHOR COISA DE TODOS OS TEMPOS”

1 06 2010

Traduzido do NME Magazine

O controverso cantor fez esta declaração depois que percebeu que o fato lhe deu mais liberdade.

Atualmente promovendo sua grife, “Pretty Green”, Liam contou ao “New York Times” que agora está apreciando sua carreira pós-Oasis, depois de inicialmente ter se sentido mal sobre o acontecimento.

“Em retrospectiva, foi a melhor coisa que já aconteceu, porque agora somos livres para fazer o que quisermos”, disse Gallagher, que confirmou na entrevista que não fala com seu irmão desde a separação do grupo.

A nova banda de Liam, que conta com todos os ex-Oasis (exceto por Noel, é claro), se chamará Beady Eye e já está em estúdio compondo para o álbum de estréia.