SLASH PODERÁ GRAVAR ÁLBUM AO VIVO DURANTE TURNÊ SUL AMERICANA

17 01 2011

Enviado por: Bernardo Marcondes
Traduzido por: IMPRENSA ROCKER
Fonte: Classic Rock Revisited

O website “Classic Rock Revisited” recentemente conduziu uma ótima entrevista com o guitarrista Slash que, dentre outros assuntos, revela: “Poderemos gravar uma disco ao vivo durante a turnê sul-americana”.

Confira a entrevista completa, em português, com exclusividade no IMPRENSA ROCKER!

Slash está voando alto como líder de sua própria banda. Ele lançou um álbum bem sucedido internacionalmente, excursionou na maior parte de 2010, e em 12 de janeiro começa uma jornada pelos Estados Unidos como a banda de abertura para Ozzy Osbourne.

A “Classic Rock Revisited” conversou com o extrovertido ícone da guitarra sobre ser a atração de abertura para Ozzy, o primeiro disco do Black Sabbath que teve, por que o Velvet Revolver ainda não encontrou um vocalista e como ele se sente em haver uma estátua construída em sua homenagem.

Você deve está maravilhado por excursionar com Ozzy. Você poderá ver meu amigo Tommy Clueftos, com quem você tocou no “American Idol”, já que ele é o baterista de Ozzy nesta turnê.
Antes de ter Brent (Brent Fitz, baterista de Slash) para minha turnê, eu chamei Tommy, mas ele já tinha se juntado a Ozzy. Estou muito animado com relação a esta turnê. Sou um antigo entusiasta de se ter duas grandes atrações num show de Rock. Poderei trabalhar com Ozzy, que é um grande amigo, e alguém que respeito e que sempre foi um herói para mim. Poder fazer um show com ele é ótimo. Acho que será uma boa dupla.

Já que este será um show Slash/Ozzy, tenho que perguntar: quem te influenciou mais quando era um jovem guitarrista, Tony Iommi ou Randy Rhoads?
Definitivamente Tony Iommi. Nunca me interessei por aquele lance de guitarra do Metal dos anos 80. Eddie (Van Halen) surgiu em 1978 e comecei a tocar em 1979. Todo mundo que veio após isso é mais fraco em comparação, e eu apenas nunca fui daquele estilo. Eu amo Ozzy e gosto de muitas canções que ele fez como artistas solo. Não quero ofender nada daquilo, mas como músico e influência, tenho que dizer Tony Iommi.

Você se lembra do primeiro álbum do Black Sabbath que você comprou?
O primeiro álbum do Sabbath que eu adquiri, não acho que tenha comprado, foi uma coletânea. Foi o “We Sold Our Soul For Rock n’ Roll”. A partir deste disco, eu comprei todos os álbuns do Sabbath. Naquela época eu não tinha dinheiro, então eu pegava discos ao vivo ou coletâneas, para que eu pudesse saber exatamente com o que estava lidando. Discos ao vivo são meus preferidos. Acho que álbuns ao vivo são a melhor forma de se mostrar uma canção para uma banda de Rock n’ Roll. Realmente eu fiquei viciado em várias bandas diferentes, por causa de seus discos ao vivo.

Esta turnê dará às pessoas uma ótima chance para conferirem a banda de Slash ao vivo e ver do que você é capaz…
É uma banda matadora. Myles Kennedy é um vocalista incrível. Tocamos muita coisa do meu disco solo, que está indo muito bem. Tenho que dizer que é bem lisonjeiro o quão bem este lance tem ido. Também tocaremos coisas do Guns e do Velvet. É Basicamente uma foto instantânea de toda a minha carreira, tocada no máximo de velocidade e atitude.

Você irá fazer um disco durante esta turnê?
Temos a tecnologia para fazer, mas como esta turnê em particular será de shows de 50 minutos, duvido que gravaremos alguma coisa. Após a turnê com Ozzy, faremos uma excursão como atração principal na América do Sul. Talvez faça algo por lá.

Em uma semana estarei em Wichita, no Kansas, para ver seu show solo.
Este será um show de duas horas. No ano passado nós excursionamos por oito meses e foi do caralho. Eu nunca tinha trabalhado com estes caras numa banda antes, o que é bem legal. Eu não peguei estes caras de Los Angeles, que é como normalmente acontece quando você faz este tipo de turnê. Nós tivemos uma ótima química. Irei gravar esta banda em algum momento. Te digo que esta é realmente o tipo de banda e o tipo de show de Rock que as bandas já não fazem mais. 

Eu gosto do seu álbum solo. Realmente acho que é a melhor coisa que você fez desde o Gun n’ Roses. Estou falando isso como um fã do Velvet Revolver e do Snakepit.
Eu realmente estimo isto. Me diverti muito fazendo este álbum. Foi ótimo trabalhar com todas as pessoas que estão nele, já que eu adoro fazer parcerias com outras pessoas, e tenho feito isso durante toda a minha carreira. Foi ótimo apenas ver do que eu era feito por conta própria, e foi ótimo ser o capitão do meu próprio projeto.

Você escreveu alguma canção tendo esta banda em mente?
Estou trabalhando em alguns materiais com Myles neste momento. Em algum ponto, num futuro não tão distante, irei gravá-los. Para mim é bem excitante trabalhar com ele, já que ele é um cantor e compositor muito talentoso.

E não é maluco. Entre Scott Weiland e Axl Rose você já teve sua cota de vocalistas malucos.
(risos) Não, ele não é maluco. Tenho que admitir que desde as primeiras semanas de ensaio, antes do nosso primeiro show, eu percebi que havia uma vibração semelhante entre os integrantes de toda a banda. Nós realmente nos entendemos muito rápido. De verdade, considero isto uma benção.

Ozzy está em seu álbum solo, na canção “Crucify the Dead”. Você acha que em algum momento ele virá ao palco para cantá-la?
Ensaiamos ela nos últimos dias, então ela está no nosso repertório. Ozzy e eu falamos sobre isso rapidamente, mas teremos que ver o que irá acontecer. Ozzy é um desses caras que quando monta seu show, gosta de fazer o lance dele. Ele também é mais do que capaz de fazer jams já que eu já fiz isto com ele algumas vezes. Obviamente eu espero que isto aconteça, mas não sei se irá ou não.

O seu álbum solo já conseguiu disco de ouro?
Conseguimos ouro e platina em todos os lugares, menos nos Estados Unidos. Ainda não recebemos o de ouro aqui. A cena de Rock não é como um dia foi. Todo mundo está baixando música, especialmente de bandas de Rock. Você meio que lança e vive com isto. Eu sei que todo mundo o tem, mas quem comprou já uma questão diferente.

Seu companheiro do Velvet Revolver, Matt Soum, foi citado dizendo que há muita coisa prestes a aparecer para o Velvet.
Há muita coisa, mas não sei se diria que está para aparecer. Temos várias demos gravadas. Temos muito material, mas o lance do vocalista não está definido ainda. O júri ainda está trabalhando nisto.

Sendo um pouco brusco com você, por que porra está demorando tanto?
Encontrar um vocalista para uma banda como o Velvet Revolver, neste ponto, não é como quando começamos, e mesmo naquela época era uma vaga difícil de preencher. É ainda mais difícil agora. Sabemos exatamente o que queremos nesta banda e não há tantos cantores de Rock n’ Roll incríveis por aí no momento.

Li um artigo ontem sobre uma cidade que construiu uma estátua sua. Seu ego ainda é uma questão com que lidar? Você sente que merece ou fica um pouco constrangido?
É um pouco constrangedor. Não quero desencorajá-los se realmente querem fazer isso. Você escuta este tipo de coisa como boatos, mas você não se prende realmente a isto. Você não pode deixar coisas como esta subir à cabeça. Eles querem construir uma estátua de Lemmy e minha nesta pequena cidade na Inglaterra, chamada Stoke-on-Trent, que foi onde nascemos. Realmente é uma cidade bem pequena. Robbie Willians, Lemmy e eu somos as únicas pessoas famosas que saíram de lá, então é especial para eles. É bem legal, de verdade. Espero poder voltar para lá e fazer um show neste verão.

Falei com Steven Adler recentemente e ele me disse que você roubou sua primeira cartola preta…
Ele disse que ele roubou? Como ele poderia roubar estávamos na mesma banda.

Não, ele disse que você roubou a cartola. Roubou de uma loja.
Oh, eu a roubei. Sim, realmente a roubei. Eu roubei muitas coisas naquela época, porque eu não tinha dinheiro.


Ações

Information

4 responses

17 01 2011
BERNARDO

parabens Gabriel… entrevista fodástica🙂

Agora virou mania entrevistar slash rsrsrs

surgiu uma outra no blabbermouth , confere ai ,agora tem q esperar um pouco né ? porque ja saiu essa aqui … rsrsrs

Se ñ fica uma noticia em cima da outra kkk

http://music-mix.ew.com/2011/01/16/slash-talks-ozzy-velvet-revolver-axl-rose/

abração cara🙂

17 01 2011
Gabriel Gonçalves

Valeu pelas notícias, Bernardo! É, agora tenho que esperar um poquinho para colocar outra matéria sobre Slash, rs… Abração, meu velho!

18 01 2011
Roberto A

sLASH, meu filho! chega desse mesmo blá blá blá e vai trabalhar com o VR. isso sim! as entrevistas do cara parecem control c control v. viu uma viu todas. estátua? não é pra tanto!

ABRAXXXX

18 01 2011
Gabriel Gonçalves

rsrsrsrsr… Estátua foi do caralho, rs. Abração, meu velho!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: