SLASH, KIRK HAMMETT, EDDIE VAN HALEN E ZAKK WYLDE EM DOCUMENTÁRIO SOBRE PEDAL

25 11 2010

Enviado por: Raquel Hortmann
Fonte: Hennemusic

“Cry Baby: The Pedal That Rocks The World” é o documentário definitivo sobre o pedal “Cry Baby”, líder de vendas de todos os tempos, desde sua invenção em 1966, passando por sua evolução até chegar aos dias atuais.

O efeito, conhecido como “wah-wah”, foi um ingrediente essencial na criação de clássicos, como “Voodoo Child (Slight Return)” de Jimi Hendrix, “Enter Sandman” do Metallica, e “Sweet Child O’ Mine” do Guns n’ Roses.

O filme mostra como o engenheiro Brad Plunkett descobriu e desenvolveu o lendário som do “wah wah”, e como os artistas o utilizaram para se expressarem ao longo de sua evolução.

Ícones da guitarra, como Buddy Guy, Eddie Van Halen, Kirk Hammett, Slash, Jerry Cantrel e Zakk Wylde falam sobre como o pedal se tornou parte característica de seu som – enquanto jornalistas de Rock, como Ben Fong-Torres da “Rolling Stone” e Art Thompsom da “Guitar Player”, exploram o significado cultural do pedal.

Veja como um simples efeito se tornou uma das ferramentas de expressão mais importantes para guitarristas de todos os lugares. Produzido pela “Guard House Pictures”, “Cry Baby: The Pedal That Rocks The World” tem o lançamento agendado para fevereiro de 2011.

Confira abaixo o trailer do filme (em inglês):


Ações

Information

19 responses

25 11 2010
raquel

A reportagem ficou show hein Gabriel ? Parabéns!!!!
Só guitarrista fera né rsrs

nota 1000 p/ você

25 11 2010
Gabriel Gonçalves

Oi Raquelzinha! Bem legal o documentário, né? Espero que saia o DVD aqui no Brasil. E a nota 1000 é pra você, que enviou a matéria🙂 . Abração!

25 11 2010
raquel

valeu!! rsrs

Espero que saia o DVD aqui no Brasil.

vamos aguardar!!!!🙂
Dos guitarristas citados no documentário , qual o seu preferido ?

25 11 2010
Gabriel Gonçalves

Oi Raquelzinha! Tomara que sai o DVD, sim… Olha, dos guitarristas que participam do filme, não tenho como escolher um só, então vou destacar três: Buddy Guy, Slash e Zakk Wylde. Três mestres! Abração!

26 11 2010
Roberto A

Kirk além de fazer sempre os mesmos solos usa demasiadamente o wha wha. fato.

26 11 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Roberto! Eu curto os solos de Kirk com wha wha. E olhe pelo lado bom: pelos menos ele está fazendo solos, rs… Abração, cara!

30 11 2010
João Batista

Sempre os mesmos solos?

26 11 2010
Roberto A

Acho que você não entendeu peixe. Não existe solo dele sem wah. isso que pega. é uma crítica antiga dos fãs do Metallica, claro que vc vai argumentar algo…

26 11 2010
Gabriel Gonçalves

rs… Entendi, sim, meu velho. Sei que Kirk sem o “wha wha” não é ninguém, rs, mas eu curto os solos dele mesmo assim. Abração, meu velho!

30 11 2010
João Batista

Nao existe solo dele sem wah??

26 11 2010
Roberto A

Enfim, uma concordância!!!

Mas de qualquer maneira Mustaine dando umas aulinhas pra ele ainda tem jeito.

abraxxx

26 11 2010
Gabriel Gonçalves

rs… Os dois têm seus prós e contras, rs. Abração!

30 11 2010
João Batista

Ja viu Mustaine em alguma lista de melhores guitarristas?

30 11 2010
João Batista

Peter Hodgson, do site oficial da Gibson, elaborou uma lista com os 10 melhores solos com wah-wah já feitos, e o solo da música “Enter Sandman” do Metallica aparece na primeira colocação. Confira abaixo a justificativa para a escolha do Metallica para o topo de lista.

1. Metallica, “Enter Sandman”
“O solo que lançou milhares de wah-wahs no começo dos anos 90, o solo de Kirk Hammett em ‘Enter Sandman’ é um tour de force, com bends puxados para o blues, slides octavados, arpeggios de palhetada alternada, truques com o vibrato, e alguns dos seus maiores trabalhos com o wah-wah já feitos. Fica mais legal por causa dos pequenos licks de wah-wah com levada de blues que acontecem antes e durante o segundo verso, que vem antes do solo embora ao mesmo tempo não entregue o que está prestes a acontecer na hora do solo.”
Peguei isso aqui: http://www.metalremains.com/

30 11 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, João! Vou responder tudo na mesma mensagem, rs. É lógico que o Kirk já fez solos sem o wah wah, mas convenhamos que é numa minoria ( e os melhores dele são com o pedal). Eu particularmente curto os solos dele. Quanto às listas, não dá pra levar a sério, até porque solo é muito subjetivo (eu, por exemplo, prefiro George Harrison a muito cara que toca na velocidade da luz, por aí). E esta descrição que você colocou está absolutamente correta, e vai de encontro ao que dissemos: Kirk e o wah wah são inseparáveis, rs. Abração, cara!

6 12 2010
Roberto A

Falando em listas, Mustaine já apareceu em várias, e sempre com colocações melhores que Kirk. não pucho o saco de ninguém, mas é fato que Musta é mais guitarrista.

6 12 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Roberto! É verdade que nas listas, geralmente Mustaine aparece antes do Kirk, mas por outro lado, estas listas não valem muita coisa – acaba sendo a preferência da cada um mesmo. Abração, cara!

24 02 2011
Aryan

Gostei da discussão, rs. Só gostaria de salientar que Jimi Hendrix foi praticamente o inventor do wah e usa o efeito como ninguem, melhor exemplo? Voodoo Chile (Slight Return). Até hoje depois de uns 10 anos tocando esse som, aprendo um macete novo treinando-a.
abraços a todos

24 02 2011
Gabriel Gonçalves

Falou tudo, Aryan! Hendrix foi o cara do “wah wah”. Abração, meu velho!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: