SLASH: “SOU TÃO INSEGURO COMO GUITARRISTA, QUE FOI MUITO DURO ME ACEITAR COMO ALGUÉM INFLUENTE”

20 09 2010

Fonte: Epiphone website

O website da “Epiphone” recentemente conduziu uma entrevista com o lendário Slash, o homem por trás das guitarras do Guns n’ Roses e Velvet Revolver, e que lançou seu primeiro álbum solo neste ano. No bate papo, Slash fala sobre guitarras, influências, inspirações, dentre outros assuntos.

Confira a entrevista na íntegra, em português, com exclusividade no Imprensa Rocker! 

Slash é inconfundível. Mesmo as pessoas que tipicamente não conheceria sua música reconhecem a face do homem que encarnou tudo que seja Rock n’ Roll, desde que apareceu na cena em meados dos anos 80. Recentemente tivemos a oportunidade de conversar com Slash sobre sua carreira, seu novo CD e o novo modelo da guitarra “Epiphone Les Paul Standard Appetite”.

Nos fale sobre suas primeiras influências. Houveram guitarristas específicos que te inspiraram à tocar guitarra?
Alguns dos guitarristas que me inspiraram foram John Lee, Jeff Beck, Jimmy Page, os caras do Aerosmith, Eric Clapton, Rick Nielsen do Cheap Trick e Ted Nugent.

Há algum novo guitarrista que te inspire hoje?
Os guitarristas que inspiram hoje são basicamente os mesmo que me inspiraram quando eu comecei. Isto não mudou, mas acho que Tom Morello, Jack White e Jerry Cantrell são ótimos e uns dos guitarristas mais inspiradores que apareceram nos últimos 20 anos.

Quanto da sua criatividade você atribuiria ao fato de ter pais que foram designers?
Ambos meus pais tiveram muita influência em mim, porque eles me criaram com músicas realmente boas… Então isto definitivamente teve alguma influência em mim.

Então eles te encorajaram a ser artista?
Todos os membros da minha família são muito criativos, e acho que isto tem muito a ver com fato de eu ter ido em direção da arte, ao invés de ser um advogado ou coisas do tipo. Eles também me apoiaram muito quando comecei a tocar guitarra.

Você tem sido associado com a “Les Paul” ao longo de toda a sua carreira. Houve alguma vez em que você tocou com outra guitarra?
Minha primeira guitarra foi uma cópia da “Les Paul”, então fui levado a “Les Paul” desde o início. Eu tive uma época de experimentações com diferentes guitarras, mas sempre voltava para a “Les Paul”. É quase como se a “Les Paul” tivesse me escolhido. Tem muito a ver com o peso da guitarra, o visual e, obviamente e mais importante, o som da guitarra.

Nos fale sobre a versão da da “Epiphone” para a “Les Paul Appetite for Desctruction”. O quanto você participou do desenvolvimento da “Epiphone AFD”?
A “Epiphone” é projetada idêntica a “Gibson Les Paul”, então estive envolvido com ela desde o início. 

E como você acha que ela ficou?
É um instrumento de muita qualidade… Os componentes são de qualidade, a Madeira é de qualidade, tudo nela é muito bom, e também tem um preço razoável. Não tenho como enfatizar o quão boa ela é tanto para uma pessoa que está pegando numa guitarra pela primeira vez, quanto para alguém que toca profissionalmente no mais alto nível. Então realmente é um instrumento que recomendo. Todo o “hardware” dela foi escolhido por mim, os captadores são o modelo “Slash” da “Seymour Duncan” e a guitarra em si é uma réplica da minha guitarra de gravação preferida, que tenho usado desde 1987.

Recentemente eu peguei uma cópia do seu CD, e não estou puxando o saco quando digo isto, mas ele não saiu do meu CD player desde então. Ótimas canções, ótimos vocais e, é claro, ótimas guitarras. Eu adorei o solo em “Dr. Álibi”. Ele está cheio do feeling e da vibração de Slash, que fazem os guitarristas quererem ter sido eles que a tocaram. Qual foi sua abordagem nos solos deste álbum? Foram improvisados ou você trabalha nele antes?
Eu não escrevo solos, por assim dizer… Escrevo a canção e quando chega na parte do solo, eu improviso. Geralmente o que acontece é que surge uma idéia por instinto durante o primeiro take, que estrutura todo o solo… E apenas vou por aí. Se eu realmente preciso consertar uma nota por causa de uma melodia ou algo do tipo, faço mais alguns takes e incorporo a nota dentro da idéia original.

Cada canção do CD combina perfeitamente com o vocalista que a canta. Como foi seu processo? Você escreveu as canções com certos vocalistas em mente ou as escreveu e então tentou combinar com o vocalista?
Não sabia quem iria cantar no disco até escrever as músicas. Como a canção com Ozzy… Quando comecei a escrever esta canção, sabia que Ozzy seria a pessoa perfeita para cantá-la, e nunca pensei em nenhum outro para cantar nela. Então em cada música do álbum, apenas escutava a canção e pensava, “quem soaria bem cantando esta?”… E foi como as decisões foram tomadas.

Minha filha de 15 anos, que até há alguns meses não tinha idéia de quem você era, recentemente tem me perguntado coisas do tipo, “sabe aquele guitarrista que fez uma canção com Adam Levine?”… Claro que, na idade dela, ela sabe quem Adam Levine é, mas agora mostrei a ela seu trabalho com o Guns, com o Velvet e seu CD solo. Você está encontrando um público mais amplo desde que trabalhou com uma vasta gama de vocalistas neste projeto?
Estou na estrada e ainda não tive a oportunidade de ver as respostas diretas para o álbum como um todo, além do público nos shows… Então isto é bem difícil de saber, mas imagino que o disco tenha ampliado um pouco o público.

E falando em filhos, eu sei que seus garotos ainda sao bem novos, mas algum deles já mostrou algum interessem tocar guitarra?
Na verdade, não, fora ficarem tocando suas pequenas guitarras elétricas pela casa… Mas mostrar um interesse musical pela guitarra, não. Um deles gosta do piano, entretanto.

Se a música não tivesse e escolhido, o que você acha que estaria fazendo?
Se não estivesse tocando guitarra, definitivamente estaria fazendo alguma coisa com ilustrações.

Quando eu estava crescendo, haviam alguns ícones da guitarra que me inspiraram, como guitarrista. Então os anos 90 chegaram e não haviam tantos. Você tem sido uma constante e um dos poucos caras que ainda fazem a guitarra parecer legal. Eu conheço guitarristas, alguns com 50 anos e outros com 20, cujos olhos brilham quando seu nome é citado. Como você se sente em ser uma inspiração para um amplo grupo de guitarristas?
Quando você diz algo assim, fico muito lisonjeado; e as pessoas aparecem e me lembram disto de vez em quando – que eu tenho influência em jovens guitarristas… Mas sou tão inseguro como um guitarrista, que foi muito duro me aceitar como alguém influente. Eu ainda estou tentando de verdade melhorar como guitarrista, então é bem difícil para mim dizer que tenho algum impacto sobre outros guitarristas, porque ainda estou tentando encontrar meu nível próprio como músico. 

Obrigado por nos ceder seu tempo. E para finalizar, nos diga uma coisa sobre você, fora dos palcos, que as pessoas podem ficar surpresas em saber. O que você faz para ter um descanso da música?
Eu vou a zoológicos e museus… É o que eu faço em meu tempo livre. Vou para museus de história natural e vou para zoológicos.

Anúncios

Ações

Information

26 responses

20 09 2010
Helton

O timbre do Slash é inconfundivel…

20 09 2010
Gabriel Gonçalves

Verdade, Helton, o timbre e o estilo dele são inconfundíveis! É um dos poucos que você escuta e já reconhece que está tocando. Abração, cara!

20 09 2010
raquel

bela entrevista.. eu tinha lido com ela no google tradutor (ficou horrivel)

parabéns pelo trabalho Gabriel !!!!!!

🙂

SLASH RULES !!!!

21 09 2010
Gabriel Gonçalves

Oi Raquelzinha! Que bom que gostou da entrevista 🙂 . Abração!

20 09 2010
BERNARDO

Slash é um cara muito humilde e modesto.
Ser humano muito foda esse aí viu rs

Ele se inspira em vários guitarristas , dentre eles : Eric Clapton

Gostaria de ver os 2 fazendo um dueto juntos algum dia!

🙂

ABRAÇOS

21 09 2010
Gabriel Gonçalves

Caramba, Bernardo, Clapton e Slash juntos ia ser foda demais!!! Não consigo nem imaginar. Abração, cara!

21 09 2010
Leonardo

Pela entrevista parece ser um cara culto, e muito humilde e de poucas palavras.

Bem, sobre a musica nem preciso falar nada, não é? =)

21 09 2010
Gabriel Gonçalves

Pois é, Leonardo, sempre achei que, apesa dele ter se mudado ainda criança para os Estados Unidos, Slash meio que conserva uma educação britânica, saca? Poucas palavras, fala suave, etc… Abração, meu velho!

21 09 2010
José Henrique

Slash tocando Godfather Theme no Maraca lotado é inesquecível!
E olhem que eu vi pela Tv! eheheh

21 09 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, José Henrique! Slash tocando o tema do “Poderoso Chefão” é lindo demais! Também vi o show pela TV e não me esqueço do Pedro Bial fazendo comentários constrangedores sobre a banda e sobre a bunda de Axl. Momento constrangimento coletivo, saca? Abração, cara!

21 09 2010
José Henrique

Lembro disso sim. Entrou para os anais(ops! ehhe) da Tv.
O Bial ficou caidinho pelo AXl. ehehee
É a chamada vergonha alheia.

Abraçoooo

21 09 2010
Gabriel Gonçalves

Isto mesmo, José Henrique, vergonha alheia é a expressão perfeita, rs. Abração, cara!

21 09 2010
BERNARDO

Também vi o show pela TV e não me esqueço do Pedro Bial fazendo comentários constrangedores sobre a banda e sobre a bunda de Axl

kkkkkkkkkkkkkkkk

ri alto.. PEDRO BIAL : BICHONA DETECTED
hehehehe

é foda mesmo… Não gostei da turne do Guns em 1991 , quando estiveram no rock and rio! A banda estava tão amadurecida quanto as turnês de 92 e 93

abraço

21 09 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Bernardo! Cara, eu curti o os shows aqui em 91 e 92… Em 91 no Rock in Rio o legal foi que Izzy ainda era da banda, mas os shows seguintes fora legais também. Quanto ao Bial, foi foda… Não sei s etem no youtube, mas se puder, procure. Tem uma hora que ele fala: “O Guns que tem um visual Rock n’ Roll, com cabelos compridos, calças apertadas… aliás, você repararam no bumbum do Axl?” – juro que ele falou isso! Dá uma procurada que vc encontra. Abração, cara!

21 09 2010
BERNARDO

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

blz cara.. vou procurar no youtube!

Odeio esse cara, sempre foi uma bichinha comentando no Big Bosta Brasil

hahahaha

lamentavel

ABRAÇO!

21 09 2010
Gabriel Gonçalves

rs… Muito constrangedor, rs. Abração, Bernardo!

22 09 2010
Roberto A

slash chegou no ponto em que não precisa mais provar nada a ninguém.
punto e basta!

22 09 2010
Gabriel Gonçalves

Concordo plenamente com você, Roberto! Ele não precisa provar mais nada, mas parece que, para ele, ainda precisa, rs… Abração, meu velho!

26 11 2010
alan

caranba slach eu sou seu fã
vc toca muito bem sera qe eu posso tocar tão bem quanto vc

26 11 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Alan! Cara, se você quer ser uma bom guitarrista, o que tem que fazer é praticar. Lógico que ter talento é um diferencial, mas a prática é essencial. Quem sabe um dia você não se torna um novo Slash… Abração, cara!

6 12 2010
Lary *-*

Ameeiiii….Párabens ficou perfeeeect eu adorooo o Slash e o Axl Rose

Guns n’ roses paixão

guns tem o melhor cantor e guitarrista (Slash e AXL) pode ter certezaaa absoluta eu amuuu d paixão guns e eles tocam perfeitamente como poucas bandas hj em dia…… xau,bj

6 12 2010
Gabriel Gonçalves

Oi Lary! O Guns realmente é sensacional; espero que um dia eu possa ver um show da formação original, com Axl e Slash juntos num palco novamente. Bjão!

16 12 2010
LukasNunes

Sou um grande fã seu e quando comecei a tocar guitarra me inspirava em vc e o som saia perfeito.
Sonho em ver Axl e Slash juntos novamento.Bjãoo pra vcs!!!!

17 12 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Lukas! Slash realmente tem inspirado muita gente a pegar uma guitarra… Quanto a uma reunião dele com Axl, acho quase impossível, mas a eserança e a sogra são as últimas que morrem, rs… Abração, cara!

17 12 2010
Anônimo

Slash é um cara muito bacana e um baita guitarrista!
E fodam-se os adeptos da modinha anti-Guns N’ Roses!

17 12 2010
Gabriel Gonçalves

Concordo plenamente com você, cara. Slash é um dos grandes caras do Rock n’ Roll. Abração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: