ROBERT PLANT CELEBRA SUAS MEMÓRIAS DOS ANOS 60 EM NOVO DISCO.

10 09 2010

Enviado por: Raquel Hortmann
Originalmente publicado:
Blog do Maia 

Robert Plant está de volta. Seu novo disco tem o mesmo nome da banda dos anos 60, Band of Joy, sua estréia no Rock britânico, antes do mitológico Led Zeppelin. Nada como poder fazer justiça depois de mais de 40 anos, homenageando as origens. O Band of Joy original contava com a bateria incrível do insubstituível, John Bonham, que também fez parte do Led Zeppelin até sua morte em 1980.

Depois de todo esse tempo em palcos e em disco, Plant mantém coerência, estilo e integridade. Longe de parecer um dinossauro anacrônico, ele soube se renovar, sendo sempre ele mesmo; sem dúvida um dos maiores vocalistas do rock, que soube ir adaptando sua voz ao efeito do tempo, escolhendo sempre bem os músicos que o acompanham e as canções que canta.
 
Recentemente, sua colaboração ao lado da cantora Alison Krauss, no disco “Raising Sand”, demonstrou o quanto sua sutileza é versátil, explorando caminhos do Bluegrass e Country. Dominada esta nova vertente, Plant se juntou ao compositor e músico de Nashville, Buddy Miller, para desenhar as bases deste novo trabalho, tanto que sua nova banda inclui muitos da época do trabalho com Krauss, assim como Miller na guitarra e outras cordas, e nomes como Darrell Scott, Patty Griffin, Byron House e Marco Giovino.

Band of Joy celebra a fusão da sabedoria atual com os elementos dos anos 60, uma década, segundo Plant, na qual o Blues, o Country, o Folk celta e o Rock n’ Roll conviviam no mesmo terreno em perfeita harmonia. Portanto, esta fórmula tão antiga chega aqui revigorada, na visão contemporânea de Plant, se permitindo, novamente, fazer um disco de covers obscuros, que abre com “Angel Dance”, dos Los Lobos, e traz surpresas de autoria de Richard & Linda Thompson e da quase desconhecida banda americana Low.

Em resumo, neste novo disco, Plant não soa como um Led Zeppelin, não soa como em seu trabalho com Alison Krauss, mas soa maciço e forte como um rockstar, que está além da ação do tempo.

Tracklist:
1. Angel Dance
2. House of Cards
3. Central Two-O-Nine
4. Silver Rider
5. You Can’t Buy My Love
6. I’m Falling In Love Again
7. The Only Sound That Matters
8. Monkey
9. Cindy I’ll Marry You Someday
10. Harm’s Swift Way
11. Satan, Your Kingdom Must Come Down
12. Even This Shall Pass Away

Anúncios

Ações

Information

4 responses

10 09 2010
Leonardo Matheus

Espero sinceramente que o robert passe no Brasil nessa turne. Não acredito que passe, mas eu espero estar errado.

Gostaria de ouvir um dos maiores vocalistas da história do rock.

Ja esta a venda no brasil o novo album?

10 09 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Leonardo, tudo certo? Cara, sinceramente não sei se existe a versão nacional deste álbum, mas com certeza você encontra a versão importada por aí. Também espero de verdade que esta turnê passe por aqui, meu velho. Seria demais! Abração, cara!

10 09 2010
Leonardo Matheus

Vai ser uma das minhas recentes aquisições depois do CD novo do Iron, que ainda não encontrei. =/

Abraços!

10 09 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Leonardo! Olha, na Saraiva do Shopping Eldorado, aqui em SP, a versão standard do “Final Frontier” está 25 reais e a “Mission Edition” está 30. Não sei onde você mora, mas se tiver alguma Saraiva por aí, dê uma olhada. Abração, cara!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: