“NÃO É EDDIE NA CAPA DO THE FINAL FRONTIER”, DIZ ARTISTA QUE A DESENHOU

27 07 2010

Fonte: The Examiner

O artista que fez a capa do “The Final Frontier”, Melvyn Grant, foi entrevistado pelo “The Examiner”, e declarou que o monstro na capa do novo álbum do Maiden, não é o Eddie.

Confira abaixo a entrevista completa, traduzida para o português, com exclusividade no IMPRENSA ROCKER!

Dizer que o Iron Maiden é um ícone é dizer que o céu é azul – é um tanto óbvio. Tão icônico quanto à banda e sua música é seu maníaco e maldoso mascote, Eddie “The Head”, ou simplesmente Eddie. E enquanto o mundo espera ansiosamente pelo novo álbum do Iron Maiden – “The Final Frontier” será lançado em 16 de agosto – nós achamos que seria divertido explorar como Eddie chegou à sua atual encarnação, na “era espacial”.

Nós contatamos o artista responsável pela capa do “The Final Frontier”, Melvyn Grant, para que ele nos explique alguma coisa desta estranha e pavorosa metamorfose. Este não é o primeiro trabalho de Grant no reino do Iron Maiden. Ele também foi o artista das capas dos álbuns “Fear of The Dark” e “Virtual XI”, do DVD “Death on The Road”, e do single “The Reincarnation of Benjamin Breeg”. Além disto, ele foi o artista chamado para fazer o “sketch” do single “The Whicker Man”, mas compromissos anteriores tornaram impossível o trabalho.

Leia abaixo, enquanto descascamos o crânio do atual artista das capas do Iron Maiden, Mr. Melvyn Grant!

Por quantos rascunhos você geralmente passa quando está criando uma capa d Iron Maiden? Eu sei que eles são bastante minuciosos sobre tudo que fazem.

Não é tão minucioso. Na verdade, eles têm uma idéia básica do que querem. Eles sabem o que querem mais ou menos, mas não realmente. Quando você começa a fazer as coisas é que dispara a imaginação deles, e é quando eles começam a sugerir mudanças. Com o “The Final Frontier”, eu tinha que finalizar em abril, e acho que foi até maio, quando a pintura final ficou pronta. Você tenta de uma forma, e então eles falam “podemos mudar isso?” ou “podemos mudar isto um pouco de posição?”. Então tudo é refeito novamente.

O artista.

O que temos na capa do “The Final Frontier” é a imagem completa ou há algo mais que aquilo? Eu pergunto, porque quando estava checando seu site, achei uma imagem da capa do “Death on The Road” que é bem pesada, mas a capa do disco saiu quase que suave.

Sim, essa a imagem completa. Mas sim, eles bagunçaram as cores um pouco no “Death on The Road” Eu acho que eles não quiseram mostrar um cara verde dirigindo pelo cólon de alguém.

Os dois primeiros desenhos que fiz para o Iron Maiden foram o do “Fear of The Dark” e do “Virtual XI”. Na verdade eles foram pinturas à oleo, e eu lidei com a banda diretamente através de meu empresário. E foi tudo bem. Então com “Death on The Road”, foi através de um estúdio de design, e é assim que temos feitos desde então. E eu acho que quando se passa por três ou quatro pessoas, é quando as coisas se tornam confusas e desordenadas.

O “Death on The Road” me veio meio como um “sketch” de cores; foi muito complicado. E eles tinham, no fundo, um pôr do sol normal. E eu senti que eles queriam que eu fizesse um rascunho para mostrá-los como eu faria – o Maiden sempre gosta de dividir as apostas; eles querem que as pessoas experimentem, mesmo que, de qualquer forma, eles acabarão indo com você. E eu achei que um pôr do sol, com um céu tempestuoso, não seria bom o suficiente para os fãs do Maiden. Então eu pensei, “bom vamos transformar as nuvens em vísceras, com intestinos em volta!”, e foi o que fiz. O Maiden gostou e foi como o desenho saiu. Da outra forma seria realmente suave!

Confira a diferença: na esquerda o desenho original e na direita o que foi utilizado na capa.

Você já pintou muitas diferentes encarnações de Eddie. Quanto das metamorfoses é sua imaginação e quanto vem da banda?

Bem, Derek Riggs e seu estilo de desenho nunca me atraíram, então, naturalmente, eu quis modificar as coisas e fazer minha própria versão do Eddie. Mas isto foi vetado pelo Maiden, que não quis que eu me desviasse demais do estilo original, que obviamente todos os fãs da banda gostam. Você se acostuma tanto com uma coisa que ela se torna “sua”, e você se apaixona por aquela versão do Eddie. Eu realmente tentei mudá-lo um pouco, de um jeito que fosse adequado e que me deixasse mais feliz. A última versão do “The Final Frontier” não é Eddie, propriamente dito. Eu não vou dizer mais nada a respeito disto, porque não sei o que o Iron Maiden planeja, então não pisar no pé de ninguém nem estragar nenhuma surpresa. Ok, lhe direi que ele, na verdade, é um alien. O velho Eddie ainda pode aparecer por aí.

Eu me divirto em trabalhar com a equipe do Maiden, mas isto irrita você quando precisa continuar ficar mudando as coisas. Rod (Smallwood, empresário do Maiden) e eu nos damos muito bem; não o vejo há anos. Mas após ter feito o primeiro, o “teaser” Eddie The Head, ele me ligou e disse o quanto havia gostado. Suas palavras, eu acho, foram “do caralho!”, o que foi muito legal da parte dele, porque estavam muito ocupados organizando a turnê. Tudo acontece ao mesmo tempo , e ainda assim acho que eles são boas pessoas em lidar. No lado dos direitos autorais, nós temos um acordo que é bom para os dois lados, e se eles planejam usar algo que eles gostaram, eles pagam por isso. Eles não sacaneiam. 

De onde você tira inspiração para suas visões do Eddie? Parece que quando você não está fazendo um “single” ou um álbum ao vivo, você tende a se afastar do aspecto humano do personagem.

O Eddie original parecia bem feliz em causar todo o tipo de caos em retalhar pessoas em pedaços, com machados e coisas do tipo. Eu quis pôr mais tensão psicológica nele. Por exemplo, no “Fear of The Dark”, o primeiro que fiz, não sei se muitas pessoas percebem que Eddie não está sentado na árvore. Na verdade ele está saindo da árvore, e parece que ele tem uma cauda perto da lua. Eu tento pôr um pouco mais de profundidade nisto, além de extrema brutalidade.

Capa do lendário "Fear of The Dark".

No “The Final Frontier”, eu fiz várias tentativas baseado somente no título. Então eles vieram com a idéia de fazer algo numa nave espacial. Originalmente, quando fiz, não era o Eddie invadindo (a nave) como está; ele estava mais “carnoso” e furtivo de um jeito mais maligno. Eles não quiseram a espaçonave toda retalhada em pedaços. Eles queriam que parecesse que uma escotilha havia desabado e que houvesse uma equipe de esqueletos na parte de dentro. Então eu quis fazer um Eddie quase se esgueirando para dentro, mas, gradualmente, foi sendo moldado em um mais brutal, que é o que fico.

Quando estava mostrando a eles vários rascunhos de minhas idéias, Rod gostou da cabeça e um dos Eddies, e me perguntou se eu poderia fazer a cabeça vista de frente, um versão com a boca aberta e outra com a boca fechada.Então fiz um esboço disto que tanto ele quanto o estúdio adoraram. Mas então foi passado para Steve (Harris) e Bruce (Dickinson),e eles não gostaram, porque não era macabro o suficiente. Steve não disse muita coisa, mas Bruce fez vários comentários a respeito. Então eu fiz um Eddie com metade da cabeça putrefata e infectada, enquanto a outra metade estava bem, enviei para eles, e eles adoraram. Isto então se tornou o pôster do “teaser”.

Qual o significado da chave (Nota do tradutor: na capa do “Final Frontier”, o monstro está com uma chave na mão direita)?

Eu não sei. Não e bom você me perguntar muitas coisas sobre isto, porque eu acho que nem o Maiden sabe. E isto é outra coisa boa sobre o Maiden. Eles sempre querem dar algo novo aos fãs. Eles arriscam. Com este Eddie que acabei de fazer para o “The Final Frontier”, como alguém disse para mim, “você já dividiu a base de fãs!”. Algumas pessoas realmente odiaram o desenho. E você não iria acreditar no que alguns deles, nos fóruns, gostariam de fazer comigo. “Traga nosso Eddie de volta! Traga nosso Eddie de volta!”. Francamente, eu acho que eles querem que o Eddie me esfaqueie e me coma.

Quando você está montando a arte da capa, você o faz pensando nos espaços para o logo da banda e o título do álbum? Eu meio que fiquei chocado quando vi que metade da capa do “Fear of The Dark” era preto.
Bem, sim, na verdade. Muito disto vem de coisas que eles mandam para mim. Mas agora que eu estou lidando com o estúdio (Peacock Studio, em Londres), eles que o farão. Se eu submeto um esboço, eles vêm com o logo e todo o resto, então eu tenho uma idéia de onde tudo ficará, e podemos todos trabalhar de acordo com isto. É realmente um esforço sinérgico.

Você também fez a capa do single “El Dorado”?

Não, propriamente dito. Quando concluí a capa do álbum, estava absolutamente exausto e tirei algumas semanas de folga. Quando voltei, eles disseram que estavam fazendo uns esboços para a capa de um single, como os desenhos dos quadrinhos dos anos 50. E me pediram para fazer um desenho de Eddie – cabeça e mãos – para que combinasse corretamente com a arte do “The Final Frontier”. E foi tudo o que fiz. Então um outro artista usou o “Illustrator” (Nota do tradutor: software de manipulação de imagens) para fazer o esboço da capa. Não sei de nada além do que me foi pedido para fazer.

Capa do single "El Dorado", inspirado pelos quadrinhos do anos 50.

Só soube como era a capa quando um dos editores que checam as informações do “Wikipedia” entrou em contato comigo. O que aconteceu foi que a capa foi feita por outra pessoa do Peacock Studio, que também fez o texto e layout do “The Final Frontie”. Seu nome é Anthony Dry, e na verdade ele fez diversos esboços para o Doctor Who (Nota do tradutor: série de ficção científica britânica, produzida e transmitida pela BBC).

Alguém perguntou se o Iron Maiden faria um livro de quadrinho. Eu não sei, mas acho que seria bem divertido trabalhar com Anthony Dry nisto, porque ele faz ótimos desenhos, e eu poderia fazer a capa ou um painel de página inteira, que resultaria num livro muito bom.

Para conhecer mais o trabalho de Melvyn Grant, acesse seu site.

Anúncios

Ações

Information

34 responses

27 07 2010
Bruno

Muito obrigado pela noticia, estava convicto que era o Eddie na capa do álbum

27 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Bruno, tudo beleza? Pois é, meu velho, foi uma surpresa para mim também. Entretanto isto, na verdade, pode ser várias coisas: realmente, desde o início, eles pensaram num outro personagem para a capa; ou o desenhista disse isso para tentar conter as críticas de fãs mais radicais que não gostaram do desenho, etc. Só o tempo e o Iron vão poder esclarecer isto. Obrigado pela visita, Bruno, e volte sempre!

27 07 2010
Bruno

Claro, volto sim, adoro os artigos que publica, todos eles de grande qualidade. Inclusive, costumo publicar alguns em meu site, sempre respeitando a fonte da notícia é claro.

27 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, meu velho, tudo certo? Muito obrigado pelos elogios. Pode ter certeza de que eles são muito importantes para nos manter motivados. Bruno, qual o endereço do seu site? Pode mandar aqui nos cometários mesmo ou pelo email imprensarocker@gmail.com. Grande abraço, cara!

27 07 2010
Bruno

É verdade, costumo pesquisar bastante pela net em busca de informação, e devo dizer que pelo menos em relação a entrevistas e matérias, é difícil encontrar muito melhor. Fica aqui o endereço do meu site: http://www.musicacognitio.com , ainda esta no inicio, tem no máximo 3 meses de idade, espero que com o tempo vá ficando melhor.
Abraço.

27 07 2010
Gabriel Gonçalves

Mais uma vez, obrigado pelos elogios, Bruno! Assi que tiver tempo, vou dar uma olhada com cuidado no seu site, meu velho. É isso mesmo. Temos que começar de algum lugar. O IMPRENSA ROCKER também é bem recente: coeçamos em abril deste ano. Abração, cara!

27 07 2010
Stranger_Land

Hum…quanto a capa, o engraçado é que achei ela feia pra kct, mas por outro lado meio que gostei dela..rsrs. Vai entender!

É complicado. A expectativa pelo álbum do Maiden, pelo menos pra mim, são 50% para as músicas e 50% para o Eddie da capa. Até hoje de vez em quando eu pego o encarte do ” Somewhere in Time”, aquela capa é incrivelmente animal..rs
Tá certo que, se muda o artista, sua arte também muda. Mas as últimas 3 capas, começando pela horrorosa do “Dance of Death”, deixaram muito a desejar.

E o Melvyn Grant pode falar o que quiser, aquele é o Eddie…!!!
Abraço kra!

27 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, velhinho, tudo certo? Eu também sempre tenho altas expectativas quanto ás capas do Iron. Yirando a do “Dance of Death”, que realmente é horrorosa (Steve Harris deve ter pedido para alguma filha fazer no Paintbrush, rs), acho todas bem foda, com destaque para “Number of The Beast”, “Live After Death”, “Somewehre in Time”, “Seventh Son”, “Fear of The Dark” e “Brave New World”. A do “AMOLAD” eu curti, mas não está entre as preferidas, rs. Abração, cara. Volte sempre!

28 07 2010
Art Snow

AlÔ Gabriel, eu logo que vi a capa me perguntei: Onde está o EDDIE? E não é que eu tinha razão? Sério mesmo eu gostei das cores, mas esse mostrengo tá muito tosco, Até o EDDIE lobotomizado do Piece tem mais idêntidade que esse “Cara de bobo” aí, vou começar a fazer uma capa pro proximo disco da banda, por que se aprovaram essas tosquices feitas no Dance of Death e aquele EDDIE de papelão do AMOLAD eu acho que tenho boas chances com os caras hahahahah.Aguardem e confiram, basta eu conseguir um padrinho pra mostrar pra banda o desenho.Abraço aê e bom trabalho.

28 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Art! rs… Eu concordo que o monstro do “Final Frontier” não se parece nada com o Eddie; não tem nem aquele nariz meio arrebitado – que era um dos elementos que, não importa em “qual” Eddie, sempre foi igual. A capa do “Dace of Death” é uma tosquêra mesmo, concordo, mas a do “AMOLAD” eu acho legal, rs. Mas jogue duro, meu velho, rs, manda um desenho pro “Boss Steve” que você tem chances, rs. Abração, meu velho!

28 07 2010
Leonardomeimes

Opa com relação à capa eu gosto mais das capas em que o Eddy é mais humano, como nas primeiras, porém não tem como não dizer que o melhor é o do Somewere in time. Essa talvez seja a melhor capa de todos os CDs de Heavy, simplesmente linda e ao mesmo tempo obscura. Eu prefiro essas capas mais antigas mesmo. O último eddie que gostei foi o do X Factor que é muito obscura.

28 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala Leonardo, tudo certo? A capa do “Somewhere…” realmente ´uma obra de arte! A do “X Factor…” é muito boa também; me lembro quando vi o disco na loja, logo que saiu, rs. pela primeira vez nós vimos o Eddie em uma textura real. Eu tinha um poster gigante desta capa pendurado a parede de meu quarto, rs. Mas após o “X Factor”, eu gosto da do “Brave…” e do “AMOLAD”. Grande abraço, meu velho, e volte sempre!

28 07 2010
Bruno

já não é a primeira pessoa que oiço a dizer que preferia o velho Eddie. Não sou contra quem pensa assim, mas pessoalmente gosto muito mais deste, esta muito mais futurista…daí eu gostar de ficção cientifica 🙂

28 07 2010
Gabriel Gonçalves

Grande Bruno! Eu não sei se tenho uma preferência pelo velho ou pelo novo Eddie. Capas das duas fases estão entre minhas preferidas, como a do “Somewhere…” e a do “Brave…”. Particularmente, eu gostei da capa do “Final Frontier”, só achei que o monstro não parecia mesmo com o Eddie. Como falei, nem o nariz “arrebitado”, que sempre foi a característica que permaneceu em todas as formas que ele assumiu, está mais lá, rs. O jeito é esperar o que a abnda nos prepara. Ah, velho, não cionseguir acessar seu site. Você está conseguindo acessá-lo normalmente? Grande abraço, cara!

28 07 2010
Gustavo Cavalcante

Oi gente, ola à todos. Bom, eu não me importo muito pela
capa dos álbuns, ou pelo EDDIE das capas dos mesmos, eu me
importo mais mesmo é pelas músicas do álbum que é o que mais importa
na minha opinião. FALTAM 19 DIAS HEADBANGERS MARDITOS !!!

28 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Gustavo, tudo certo? Com certeza o mais importante, sem dúvida, é a música, mas no caso do Iron a capa é a cobertura num bolo muito bom. Me lembro quando saiu o “Live in Donnington – 1992”, o primeiro álbum do Iron sem Eddie na capa. Frustração total, rs. Só não foi mais broxante, porque o repertório era imbatível e porque era um LP triplo, o que sempre é bacana. Tanto é que quando eles relançaram este disco remasterizado, trocaram a capa e colocaram um Eddie lá, rs. E é isso aí, meu velho, contagem regressiva para o lançamento do “Final Frontier”. Grande abraço, cara, volte sempre!

28 07 2010
Cleuton

Cara, definitivamente esse “eddie” nao e nunca sera O eddie, pq? Simples, e o Melvin Grant quem esta desenhando! as capas/desenhos dele no Iron SAO OS PIORES QUE DE TODOS OS TEMPOS!!!!!! O do Fear … parece um Orc moicano, mas ainda passa, ja o do Deat on the Road e Benjamim … sao simplesmente MACACOS!!!!!! transvestidos de Eddie, isso e uma ofensa, uma porrada na cara dos fas, nao tem anda a ver com o Iron nao trabalhar mais com o Derek. Se nao querem mais o Eddie, pelo amopr de Deus, nao facam capas com ele desfigurado pra gente ficar irado, como estou agora. Facam algo do tipo x Factor :-@ Essa ultima capa, o que dizer, UMA PORCARIA QUE NAO TEM TAMANHO, UM “EDDIE” QUE SAIU DO CRUZAMENTO DE PREDADOR COM UMA LAGOSTA!! So tem 4 dedos!!!!!!!!!!!! absurdo.

Esse papo de falar que NAO e o Eddie, e so pra se safar :-@

Valeu

28 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Cleuton, tudo beleza? Velho, vou me permitir descordar de você, rs. Acho que dizer que não é o Eddie só porque não é o Derek Riggs, é o mesmo que dizer que o Iron não é o Iron, porque tinha Blaze nos vocais, ou Bruce, já que o original foi o Paul. Particularmente, acho a capa do “Fear…” fantástica! A do “Death on The Road” e do “AMOLAD” também acho muito boas. E quanto a ele ter só quatro dedos, não acho isto grave: no “Powerslave” é um Eddie de pedra, completamente diferente; o mmesmo no “Seventh Son”. O Eddie sempre mudou, mesmo quando era desenhado pelo Derek. Continuo achando a capa do “Final Frontier” muito boa, mas este monstro realmente é o Eddie (se for mesmo o Eddie) mais diferente de todos, rs. Abraço, cara, e volte sempre!

28 07 2010
walvesdg

Eddie é Eddie independente da encarnação. Pra mim é aquela velha polêmica do Eddie Hunter novamente.

Eu sempre fico ansioso pra ver como o Eddie vai aparecer desta vez e isto pra mim é o que dá um gáz na produção gráfica do Maiden. Como designer gráfico entendo perfeitamente o que Melvyn Grant diz com “Não é o Eddie”:

Não é o Eddie porque o Eddie é criação de Derek Riggs e como o estilo de Grant é bem diferente do de Riggs e os artistas tem o ego maior que o mundo ele o fez a seu modo. Portanto, é o Eddie de Grant e não o Eddie de Riggs mas, é o bom e velho Eddie. Se é Allien ou Demônio não importa, afinal, o Maiden nunca disse mesmo que tipo de criatura é o Eddie!

Valew!!! venenodesocrates.wordpress.com

28 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, meu velho, beleza? Seu ponto de vista é bem interessante. Concordaria totalmente com ele se não fosse por um detalhe: na entrevista o Grant disse que o Eddie que ela havia desenhado originalmente foi “censurado” por Steve Harris, que quis algo mais parecido com o que Riggs vinha fazendo. E, outra coisa, ele também falou que o Eddie ainda pode aparecer por aí, e que não riria dizer mais nada para não estragar qualquer supresa que a banda possa estar planejando. Enfim, ainda está tudo confuso, muita coisa a ser explicada e só o tempo nos dirá se esta história de outro Eddie é verdade ou não, rs. Grande abraço, cara, e volte sempre!

28 07 2010
Art Snow

Ei sou eu de novo, será que não vai acontecer igual aconteceu na epoca do X Factor, lembram que a capa seria aquele EDDIE na cadeira eletrica, mas a aceitação, até das grandes lojas foi horrivel então precisaram fazer a que ficou conhecida até hoje e colocaram a recusada na contracapa. Será que vão colocar essa aí como uma cobertura de papelão e na capa mesmo sairá um outro desenho? Mistério……

28 07 2010
Gabriel Gonçalves

Tudo bem, Art? Velho, é uma boa especulação. Eu, particularmente, achei a capa do “X Factor” muito foda, melhor que aquela com o Eddie na cadeira elétrica. Bom, vamos ver o que vai acontecer. Dia 16 está chegando, rs. Abraço, meu velho!

28 07 2010
WRJ

Porra, isso é coisa pra confundir. Se não é o Eddie deveria ser bem diferente sem ter tantos traços parecidos.

28 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, cara, tudo beleza? Pois é, coisa ficou meio confusa, rs. Só teremos certeza quando o disco sair e quando o Iron se manifestar. Até lá, as especulações continuam! Grande abraço, e volte sempre!

30 07 2010
Lucas Lima

Materia excelente, site melhor ainda. Favoritado!

30 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Lucas, tudo beleza? Muito obrigado pelos elogios, cara! Palavras como as suas são importantíssimas para nos mantr motivados. Muito obrigado pela visita e volte sempre, meu velho!

30 07 2010
Luis

Claro que nao e o Eddie. E um genestealer do Space Hulk.

30 07 2010
Gabriel Gonçalves

rs… Esta declaração do Melvyn Grant está dando o que falar. Eu, particularmente, achei a capa do caralho, mas aquele mosntro realmenete não parece com Eddie. Só o tempo e o Maiden nos dirão como vai ser. Grande Abraço, Luís, e volte sempre!

30 07 2010
wesley

É sempre um sentimento novo com cada capa,dance não tem salvação é ridicula, a minha preferida brave new world sem duvida aquele eddie como nuvem no céu é realmente sombrio.

30 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Wesley! Velho, o “Brave New World” para mim é uma das melhores capas para mim também e, concordo, o “Dance of Death” é sem salvação, rs. E eu acho que a capa do “Final Frontier” é bem legal, independente de ser Eddie ou não. Obrigado pela visita, cara!

31 07 2010
Marcos Gonçalves

Gostei da capa, apesar de não ser antológica ou coisa do gênero. A escolha das cores, o fundo da imagem e os astronautas detonados estão do cacete. O Alien tá legal tb, mas até que eu preferia uma coisa na linha do que o cara falou: um eddie se esgueirando, pronto para atacar.

31 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Marquêra! Eu também curti capa, e concordo com você: um Eddie atacando sorrateiramente iria ficar do caralho. Abração, meu velho!

31 03 2011
Murdock

Curioso ele dizer que não é o Eddie porque as encarnações do Eddie na turnê são iguais a esta capa. Se não é ele, quem está invadindo os shows do Maiden? rsrs

Eu fiquei intrigado foi com as caveiras da contracapa, achei que haveria uma relação de cada uma com um dos músicos mas não conseguir fazer esta correspondência.

2 04 2011
Gabriel Gonçalves

Fala, Murdock! É… Depois de um tempo, e da tour ter começado, deu pra perceber que o monstro é Eddie, sim. Talvez o Melvyn Grant quis criar algum tipo de polêmica e tal, mas ali é o bom e velho Eddie. Abração, cara!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: