WHITESNAKE: DVD LIVE IN JAPAN

24 05 2010

Com o advento da tecnologia digital, que barateia e muito os custos de um lançamento áudio-visual, o mercado foi inundado por dvd’s musicais de origem duvidosa e muitas vezes de conteúdo inexpressivo. Tais produtos servem apenas para arrancar dinheiro dos fiéis fãs, que estão sempre em busca de material de seus artistas preferidos.

Na maioria das vezes tais dvd’s são frutos de acordos de licenciamentos estranhos entre emissoras de TV que filmaram concertos há muito tempo, e que alguns anos depois vendem ou alugam os direitos sobre o filme para alguma gravadora/ editora/distribuidora, quase sempre sem autorização e até conhecimento do artista em questão.

O caso é tão escancarado, que na impressão deste dvd vem escrito: “licenciado por Masterplan para Wet Music Ltda – Distribuído por Sky Blue Music Comércio de cd’s Ltda”, e nos websites das empresas em questão não se encontra nenhuma informação sobre o lançamento. Com certeza não divulgam nada em seus sítios, porque têm medo de alguma coisa.

Resumo da história: temos um produto com péssimo acabamento nas lojas do país, sendo seu único objetivo angariar uns trocados na praça. Isto é uma verdade tão óbvia que o preço que se cobra por tal produto é de 15 reais, ou seja, o cara sabe que tem um DVD meia boca, já que um item áudio-visual do Whitesnake – como é o caso aqui – teria um valor muito maior se fosse um licenciamento da gravadora da banda.

Toda esta introdução foi para deixar claro que o que temos aqui é uma espécie de bootleg de luxo: um dvd que não é pirata nem oficial.

O produto – segundo a capa foi lançado em 2009, mas que só apareceu no mercado agora – traz um show do Whitesnake na cidade de Tóquio, Japão, gravado entre os dias 11 e 12 de agosto de 1984. Para uma melhor organização do texto, vamos dividir este review em duas partes: pontos fortes e pontos fracos.

PONTOS FORTES:

A banda foi capturada em uma de suas melhores fases, durante a tour de divulgação do álbum Slide it In, sendo esta a mesma formação que pisou em território brasileiro na primeira edição do Rock in Rio, em 1985. Liderada pelo todo-poderoso David Coverdale, o line up do Whitesnake trazia um time de estrelas: Neil Murray no baixo, John Sykes na guitarra, o imortal Cozy Powell na bateria e Richard Balley nos teclados.

Fora o talento individual de cada integrante, o conjunto estava afiadíssimo, como se pode constatar na canção Slow an’ Easy e em várias outras faixas. Ver Cozy Powell tocando é um privilégio até quando se trata de um DVD, e John Sykes estava tocando muito, variando solos rápidos e precisos com outros mais lentos e cheios de feeling. Coverdale está o mesmo de sempre, com uma presença de palco magnífica e uma garganta privilegiada.

O repertório, apesar de um pouco curto – 11 faixas sendo um solo de guitarra e um de bateria – foi bem escolhido, misturando algumas músicas do Slide it In – Gambler, Guilty of Love, Love Ain’t No Stranger e Slow an’ Easy – com sucessos anteriores. O obrigatório solo de guitarra de John Sykes é muito bom e dura o tempo certo para que o telespectador se divirta sem ficar entediado, enquanto o solo de bateria, apesar de muito bom, já demora mais que o recomendado, entretanto como é Cozy Powell tocando, ainda é muito bom.

PONTOS FRACOS:

O constrangimento já começa pela capa, que traz uma foto de um show do Whitesnake com a formação de 2006, que gravou o DVD ao vivo Live… In The Still of The Night. A produtora não se deu o trabalho nem de arranjar uma foto da formação da época do show em questão.

Visualmente falando, a fita não recebeu nenhum tipo de tratamento para melhorar a imagem, simplesmente a digitalizaram e masterizaram no dvd. O mesmo aconteceu com o áudio, cuja única opção disponível é a PCM 2.0, ou seja, nem se anime que você não vai conseguir tirar tudo que seu home theater consegue. A imagem não é ruim, pelo contrário, é até boa para uma fita que devia estar num armário desde 1984, mas com os recursos atuais se espera muito mais de um produto deste tipo.

Agora vem a campeã: sabe-se lá o motivo, mas os sacripantas que editaram o show tiveram a audácia de mutilar a faixa de abertura, Gambler. A música segue normal até o solo do John Sykes, que foi cirurgicamente removido, indo a música direto para a próxima estrofe. Quando você já está amaldiçoando até a oitava geração futura dos (in)responsáveis por isto, a música simplesmente é cortada novamente e começa Guilty of Love, a segunda do show.

Isto aqui é um absurdo! Poderia até gerar algum problema jurídico, já que na capa não há nada informando o consumidor que a primeira faixa do dvd está pela metade. Minha suspeita é de que nesta música a fita estava meio embolada (quem é do tempo das fitas VHS, k7, etc, sabe que começo de fita é sempre crítico), e os caras ao invés de gastarem uma grana restaurando a faixa, simplesmente a mutilaram. Vergonha total!

CONCLUSÃO:

O produto é indicado para os fãs hardcore que querem ter tudo que sai sobre a banda e que não admitem ter um dvd-r na estante, pois na net pode ser encontrado esse show completo, sem a mutilação.

O show em si é muito bom! O Whitesnake estava voando na época, gravando hits atrás de hits e com uma banda absurda de boa. O jeito é esperar que David Coverdale consiga os direitos sobre esta fita e a lance da forma que deve ser feita. Por um produto com ótimo acabamento garanto que nenhum fã se importaria em pagar mais caro. Fica a lição para estes “fenícios” da arte.


Ações

Information

2 responses

27 07 2010
Rogerio Guesso

Bom Dia Amigos,

Em primeiro lugar agradeço o espaço que vcs dedicaram no seu blog sobre um dos produtos da WET MUSIC….aceitamos todas as críticas e elogios, porém gostaria de poder responder algumas situações que foram colocadas e acredito merecem resposta….

Realmente nosso site nao está atualizado, tivemos uma separaçao de sociedade e isso realmente ficou para tráz, mas prometemos o qto antes estarmos atualizando o mesmo….

Qto a arte da capa, qualidade de audio e video, em contrato não podemos mexer em nada, capa gravadora tem um jeito de agir e com essa parceira é assim….

Todos os nossos produtos, são produzidos na SONY , ou seja um empresa acima de qualquer suspeita, e mesmo a banda não tendo talvez a ciencia que seu produto está sendo feito aqui no Brasil, eles recebem seus direitos autorais por todas as peças fabricadas e vendidas, essa é uma condição da SONY para fabricação de qualqure produto, a licença das editoras para fabricar os produtos….

Qdo resolvemos soltar esse dvd aqui a coisa que mais nos chamou a atenção foi a formação da banda, para nós talvez uma das melhores formações do WHITESNAKE até hoje….

O trabalho de gravadoras independentes e sérias é muito importante, pois fazemos o famoso trabalho de formiguinha, buscando e garimpando produtos que jamais seriam lançados no país pelas MAJORS…

Agradecemos mais uma vez espaço e esse direito a resposta….

Obrigado

Rogerio
WET MUSIC

27 07 2010
Gabriel Gonçalves

Fala, Rogério, tudo certo? Muito obrigado por esclarecer as críticas levantadas na resenha. Esta iniciativa será, com certeza, muito bem vista pelos fãs e potenciais clientes ds Wet Music. Publiquei sua resposta também como um post, ao invés de somente como “comentário”, já que as críticas foram feitas num post. Grande abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: